Teologia da Libertação: um olhar para o método da pergunta

Thyeles Borcarte Strelhow

Resumo


A Teologia da Libertação se popularizou a partir da constituição de um método, a saber, ver-julgar-agir, no qual, constrói-se a práxis teológica a partir do contexto latino-americano. Baseadas nesta perspectiva metodológica foram surgindo outras abordagens de leitura do mundo que, como ações libertadoras, se espalharam pela educação e na luta para a garantia de direitos humanos. Neste artigo intentar-se-á refletir sobre a perspectiva do método da pergunta e as contribuições possíveis para os desafios sociais da atualidade. Conclui-se que, mais do que encontrar respostas imediatas que funcionem de forma generalizada e automática às demandas sociais de hoje, é preciso fazer as perguntas pertinentes ao contexto. É preciso proporcionar que as vítimas dos processos de exclusão tomem em suas mãos a história e assim, se reconheçam e sejam reconhecidas como protagonistas.

Palavras-chave


Teologia da Libertação; Pergunta; Dignidade Humana; Educação; Direitos Humanos.

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v33i0.1105

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Direitos autorais

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400