Bíblia, mídia e fundamentalismo: obstáculos para o estudo acadêmico da história antiga de Israel

Josué Berlesi

Resumo


O presente artigo visa analisar como o texto bíblico, a mídia e o fundamentalismo constituem-se como obstáculos para uma investigação crítica da história de Israel. De igual forma, pretende-se denunciar o conservadorismo que predominou nos estudos sobre o Israel antigo de modo que, por longa data o que se observou foi a existência de uma história bíblica de Israel e não propriamente uma história acadêmica o que, em certa medida, afastou o Israel antigo das discussões profissionais no âmbito da história antiga oriental. Não obstante almeja-se apresentar os novos horizontes de pesquisa além de demonstrar como as pesquisas exegéticas e arqueológicas impactaram a historiografia pertinente a sociedade vétero-israelita.

Palavras-chave


Israel antigo; Bíblia; Mídia; Fundamentalismo

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v34i0.1697

Direitos autorais

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400