Religião, cultura, sexismo, alteridade em Levítico

Kathlen Luana de Oliveira

Resumo


Este ensaio apresenta uma releitura do livro de Levítico a partir da hermenêutica feminista, objetivando a desconstrução de uma interpretação patriarcal e metafísica do texto sagrado. Ao invés da cultura da linguagem argumentativa, o texto considera a cultura material e a corporeidade. Por fim, aponta a necessidade de uma leitura teológca que considere a alteridade em sua diversidade.

Palavras-chave


Religião; Antigo Testamento; Levítico; Ateridade; Sexismo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v19i0.2023

Direitos autorais

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400