Uma outra quadratura em Martin Heidegger

Sérgio Ricardo Gonçalves Dusilek

Resumo


O texto propõe apresentar, utilizando-se de um paralelismo com o conceito de quadratura de Heidegger, um outro quadrado que forma a base para a compreensão de sua hermenêutica. Sua contribuição reside assim, como perceberá o leitor, numa inter-relação entre o ser-no-mundo (a existência), o pensamento, a coisa do texto e a linguagem. Esse quadrado se reúne e é recolhido no homem, ente que existe, que reflete, que tem em sua estrutura ôntica a presença da linguagem bem como a capacidade única de refletir. Ele é que fundamenta a hermenêutica em Heidegger, bem como sinaliza para um viés reflexivo que convida o homem a não se contentar com um pensamento empobrecido ou mesmo calculante.

Palavras-chave


Heidegger, hermenêutica, quadratura, ser, homem

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v38i0.2408

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Direitos autorais

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400