“Por una segunda y definitiva independencia”: un análisis al movimiento colombiano Marcha Patriótica

Mauricio Jose Alvarez

Resumo


O presente trabalho busca analisar a dinâmica das organizações sociais colombianos que, desde o mês de abril de 2012 se organizaram junto ao movimento social e político Marcha Patriótica (Lozano Guillén, 2014) na forma de ações coletivas (Melucci, 2001; Gohn, 2007; Revilla Blanco, 2010). Indaga-se por que dessas organizações sociais se articularam a partir da consigna “pela segunda e definitiva independência”, buscando compreender os elementos identitários e as clivagens que lhes permitiram se relacionar, confluírem e estruturarem esse processo político. Para isso, propõe-se desenvolver os seguintes momentos: a) se realiza brevemente uma revisão dos conceitos de ação coletiva e movimentos sociais; b) descreve-se o contexto histórico-político colombiano e seu lugar na América Latina; c) se caracteriza os distintos setores sociais que a partir de suas organizações integram a Marcha Patriótica; e d) se analisam os métodos estabelecidos para a estruturação e a construção da plataforma política da Marcha Patriótica. Dessa maneira, espera-se entender a forma como se constrói a integração social e a ação política deste novo movimento colombiano. Desta maneira espera-se entender a forma como se constrói a integração social e a ação política deste novo movimento colombiano.

Palavras-chave


Ação Coletiva; Movimento Social; Marcha Patriótica;

Texto completo:

PDF (Español)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v36i0.2458

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Direitos autorais

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400