As experiências de perdão necessárias para a constituição humana: um diálogo entre a psicanálise winnicottiana e a teologia cristã

João Pedro Lorenzon Jávera

Resumo


Procura-se pensar na importância que a experiência de perdão ocupa no processo de constituição do ser humano, tanto a partir de contribuições vindas da psicanálise de Donald Winnicott e de sua teoria do amadurecimento humano, quanto por meio da teologia cristã. Ambas as perspectivas utilizadas possibilitam a compreensão do perdão a partir de duas qualidades, uma como o perdão silencioso, que é espera de alguém pelo amadurecimento de um outro, e outra como resposta a uma experiência de arrependimento, que faz surgir no homem um pedido explícito para ser perdoado. Também se discute o perdão como um aprendizado do cuidado recebido por alguém e como a possibilidade de vir a cuidar do mundo.


Palavras-chave


Winnicott; Psicanálise; Teologia Cristã

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v40i0.2566

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Direitos autorais

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400