Moisés e Aarão hostilizados pelos inspetores no meio do povo em Ex 5,20-21

Marcos Eduardo Melo Santos

Resumo


A narrativa de Ex 5,20-21 tem como protagonistas as personagens dos inspetores dos filhos de Israel e dos profetas, Moisés e Aarão. O malogro da transmissão do oráculo divino feito pelos enviados de Deus (vv. 1-5) havia “justificado” o decreto opressivo do faraó (vv. 6-9). É retirado do povo o fornecimento de palha para a confecção dos tijolos (vv. 10-14). Face à cobrança do faraó, os inspetores que tentavam negociar com o monarca malograram em sua tentativa de acordo, e estes, por sua vez, culparam o povo diante do opressor (vv. 15-19). Assim, nos vv. 20-21, os inspetores dos filhos de Israel, subservientes à administração egípcia, se posicionam agora contra os interesses do povo culpando aos irmãos profetas. A espada com a qual Moisés tinha ameaçado o varão (v. 3de) volta-se contra os próprios israelitas (v. 21d); e estes, contra Moisés e Aarão (v. 20a).


Palavras-chave


Êxodo, narrativa, Moisés, Aarão, inspetores, povo

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v38i0.2571

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Direitos autorais

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400