Democracia, participação e deliberação nos Conselhos Municipais de Meio Ambiente

Cristiano Weber, Liane Francisca Hüning, Anderson Cavalcante Lobato

Resumo


A proposta deste artigo é trazer ao debate a importância da democracia participativa na construção de uma sociedade mais justa e sustentável. Sabe-se que o modo individual de viver não se coaduna mais com o cenário atual em que se encontra a comunidade internacional, isto é, um panorama recheado de riscos sociais e ecológicos. Por isso, entende-se que a melhor saída para os problemas socioambientais seria aumentar a participação popular nas decisões que englobam o meio ambiente local. E uma das ferramentas aptas a colocar em prática essa política social e ambiental seria o caminho dos Conselhos Municipais de Meio Ambiente - CMMA. Nesse sentido, cuidar do meio ambiente nada mais é do que agir em coletividade, participando do cenário político e deliberando sobre ele e sobre as questões ambientais e, ainda, revelando a consciência de que as futuras gerações também possuem o direito de usufruir um meio ambiente sadio e ecologicamente equilibrado.


Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v37i0.2642

Direitos autorais

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400