Dimensões do cuidado e práticas sociais na parada e reanimação cardiopulmonar em criança: atuação dos enfermeiros da Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica de um Hospital Público de Vitória da Conquista/BA

Elenito Bitencorth Santos

Resumo


O estudo enfocará a importância da atuação da equipe de enfermagem no momento da ocorrência de uma parada cardiopulmonar em crianças na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP) em um hospital público de Vitória da Conquista-Bahia. Acredita-se ser fundamental a qualificação dos profissionais atuantes no setor, por tratar-se de uma Emergência Clínica que depende da rápida atuação dos profissionais para alcançar sucesso na reanimação. Para isso, a equipe deve conhecer as diferenças nos protocolos de reanimação da criança em relação ao adulto, utilizar técnicas corretas e materiais adequados para o biotipo da criança. Deve existir uma relação de confiabilidade entre os profissionais, habilidade e disponibilidade durante o procedimento. As técnicas de RCP devem está associadas às atitudes éticas e sociais na morte pós-parada em crianças internadas na UTIP. Para acolher os familiares enlutados será necessária uma escuta atenciosa, pois o ouvir, relacionado ao cuidado envolve todas as suas dimensões que geram reações entre os seres humanos em questão.

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v37i0.2649

Direitos autorais

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400