Casais em segunda união: desafios e encaminhamentos pastorais

Alessandro Almeida Colen

Resumo


Os processos de secularização pelos quais vem passando o país têm tornado visível o avanço do número de casais que se separam e voltam a viver em união marital. Essa situação não diminui sua vontade e desejo de participar da comunidade de fé, ocasionando assim um clima de necessidade pastoral que auxilie esses casais, que se encontram em condições difíceis e, por vezes, muito delicadas e conflituosas. Por isso, evidencia-se a cada dia a criação de pastorais que estejam prontas a andar junto e a prestar o serviço evangélico de solidariedade aos casais em segunda união. Nesta tarefa, o presente artigo intenta apontar algumas possibilidades de auxílio terapêutico, dialogando com a terapia de casais de viés analítico e com o aconselhamento pastoral, sem deixar de fazer referências ao posicionamento da Igreja Católica Apostólica Romana (ICAR), com suas diretrizes pastorais.

Palavras-chave


Casais em Segunda União Marital; Terapia de Casais; Aconselhamento Pastoral

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v27i0.279

Direitos autorais

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400