Racionalidade em estratégia organizacional: considerações acerca do desenvolvimento regional

Pedro Issa Figueiredo

Resumo


No presente artigo, verificamos qual o tratamento dispensado à conceituação da estratégia organizacional nas abordagens da escolha estratégica que vincule o setor público e privado. A metodologia usada foi a identificação de critérios postos de modo descritivo, a partir do exame do quadro referencial de cada abordagem focalizada, utilizando-se, para isso, do esquema hipotético-dedutivo, movido pelo nexo preditivo, para se chegar a uma síntese provisória. Os resultados obtidos revelam que nas abordagens das escolhas estratégicas genéricas são considerados os indivíduos a partir da organização globalizada que vincula o local e o regional desde aspectos arbitrários. A orientação da ação é predominantemente objetiva visando à vantagem competitiva, o que pode não ser sustentável. A conclusão apresentada formula aspectos concernentes à estratégia organizacional de enfoque, uma vez que nesta perspectiva são considerados mais concretamente o local e o regional como elementos de diálogo administrativo da organização dos bens e serviços provenientes dos processos produtivos.

Palavras-chave


Estratégia Organizacional; Escolha Racional; Estratégia como Processo; Estratégia de enfoque

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v41i0.2800

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Direitos autorais 2016

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400