Da Não-Violência Ativa ou Firmeza-Permanente à Educação para a Paz

Roberto Ervino Zwetsch

Resumo


A causa da paz com justiça é, hoje, uma demanda universal. No entanto, aqui no Brasil está a exigir atenção redobrada diante da espiral de violência que grassa na sociedade, colhendo vítimas e construindo algozes em sua maior parte na população jovem e pobre do país. O que temos diante de nós, como educadores, educadoras, teólogas e teólogos, é um grande desafio diante do qual não cabem meias análises nem explicações simplistas. A violência, dirão alguns, sempre existiu. E é verdade. Mas neste momento, o que temos é algo que diz respeito aos próprios fundamentos da sociedade brasileira em franco processo de mudanças radicais e de deterioração social, cujas dimensões possivelmente não tenhamos ainda a capacidade analítica de avaliar em toda a sua complexidade. Por isto mesmo, qualquer avaliação que venhamos a fazer será sempre tentativa de entendimento, prospecção de rumos e sugestões de interferência a partir de certa visão de mundo e de um conjunto de valores que nos pareçam caros. Não há como ser neutros aqui.


Palavras-chave


Não-Violência; Educação para a paz

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v22i0.36

Direitos autorais

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400