Educar com afeto: Da pedagogia de Wallon ao Cuidado de Boff, um estudo reflexivo-descritivo do cultivo do amor ao próximo

Elisângela de Carvalho Franco

Resumo


O presente artigo tem por objetivo apresentar um estudo reflexivo-descritivo entre a pedagogia do afeto de Wallon e a do Cuidado de Boff, demonstrando o quanto é relevante à cultivação da emoção como um ato de amor ao próximo. Pois, o afeto é a essência para o bem-estar entre os indivíduos e nas relações com todos os seres. É uma virtude que propicia a harmonia à vida orgânica e psíquica do ser humano e sua ligação com a natureza. O Cuidado é o novo ethos, nos trabalhos de Boff, é a condição da essência humana, o que acalenta as relações necessárias à vida. O amor é a emoção fundamental com o cuidado ao próximo. Nesta perspectiva coube uma abordagem qualitativa, empregando-se uma base teórica fundamentada em Wallon, Boff e outros. Portanto, constatou-se que a pedagogia do Afeto e a do Cuidado estão interelacionadas, mesmo em direções "contrárias", isto é, uma direcionada para a Educação e a outra para a Religião, ambas têm o afeto nas relações como fundamento de cuidado que move e motiva as pessoas para a ação, como uma forma de cultivação de amor ao próximo. Enfim, Wallon e Boff, fundamentaram a propagação do sentimento do afeto e a dimensão do Cuidado como um ato de amor ao Ser Humano e aos demais seres.


Palavras-chave


Religião na Contemporaneidade

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v30i0.472

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Direitos autorais

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400