Pós-protestantismo: descrição e análise de um caso de dissidência religiosa na comunidade rural Noiva do Cordeiro, em Belo Vale, MG

Adilson Schultz

Resumo


Noiva do Cordeiro é uma comunidade rural do interior de Minas Gerais que forjou um modo de vida alternativo, radical e sustentável, que inclui liderança política de mulheres, partilha de bens, trabalho em conjunto, abolição do casamento civil, e fim da religião. Iniciada em 1891 com Dona Senhorinha de Lima, que seria excomungada pela Igreja Católica e rechaçada socialmente por ter decidido abandonar um casamento arranjado para viver com um outro homem, passando por um período de quarenta anos de vida comunitária austera e isolada na Igreja Evangélica Noiva do Cordeiro, pela decisão coletiva de abandono de toda forma de religião, em 1991, até chegar ao modo de vida diferenciado atual, a história de Noiva do Cordeiro está carregada de eventos e personagens paradigmáticos de dissidências e rupturas. Além de apresentar a história da Comunidade, o presente texto apresenta teorias sociológicas e teológicas explicativas para esse momento pós-religioso, pós-evangélico e pós-social que a comunidade está vivendo, especialmente o pensamento de Paul Tillich, Karl Jaspers e Alain Touraine, seus conceitos de Princípio Protestante, Constituição de sujeitos, e Ser-si-mesmo.

Palavras-chave


Noiva do Cordeiro; Pós-protestantismo; Karl Jaspers; Alain Touraine; Paul Tillich

Texto completo:

PDF (Português)


DOI: http://dx.doi.org/10.22351/nepp.v30i0.745

Direitos autorais

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 ISSN 1678-6408


Rua Amadeo Rossi, 467
Morro do Espelho - São Leopoldo - RS - Brasil
CEP 93.030-220 - Tel.: +55 51 2111 1400